quarta-feira, 21 de junho de 2017

Acusado que disparou contra mulher em briga de bar será julgado em Brazlândia

A vítima se desentendeu com o irmão do denunciado

Hoje, 21 de junho, Valdeci Sales Faustino, vulgo “Ximbinha”, será submetido a júri popular em Brazlândia. Ele é acusado de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. De acordo com a denúncia da Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Brazlândia, o denunciado disparou contra a vítima, por conta de uma briga de bar.

O crime aconteceu na madrugada de 12 de fevereiro de 2013, em um estabelecimento comercial da cidade. A vítima, Rayssa Fernandes de Sena, se envolveu em uma discussão com o irmão do acusado. Durante a troca de xingamentos, Ximbinha sacou uma arma de fogo e efetuou um disparo próximo ao ouvido de Rayssa e, em seguida, após empurrá-la contra um veículo, disparou em direção à cabeça dela, atingindo-a de raspão. O homicídio não se consumou porque o projétil não atingiu a vítima em região de letalidade imediata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta