Distrital pede reabertura parcial da Feira dos Importados

2.300 pessoas dependem exclusivamente do comércio dos produtos


O deputado Delmasso (Republicanos-DF), solicitou nesta quarta-feira (15) a reabertura parcial da Feira dos Importados, semelhantemente à permissão que foi concedida a demais feiras do DF. Através de um ofício, o parlamentar fez a solicitação ao governador, Ibaneis Rocha (MDB), intermediando a solicitação da Cooperativa de Consumo dos Comerciantes da Feira dos Importados do DF (Cooperfim).

A Feira dos Importados de Brasília não constou no rol específico das demais feiras permanentes, que tiveram sua abertura parcial deferida no Decreto nº 40.583. O fechamento resulta em um prejuízo aos seus feirantes e cooperados, que somam 2.300 pessoas entre feirantes e familiares que dependem exclusivamente desta fonte de renda.

Mesmo de portas fechadas, a Feira possui um elevado custo fixo de manutenção, por isso é de suma importância a autorização de sua imediata reabertura, ainda que parcial e nos limites do Decreto. “É imprescindível que seja também permitido que os feirantes da Feira dos Importados de Brasília, possam retornar ao funcionamento ainda que parcial, para a retomada gradativa, ao menos, daquelas atividades autorizadas e já liberadas no Decreto Distrital”, trecho do ofício 107/2020, enviado pelo deputado Delmasso.

A Cooperfim ressaltou em seu pedido que se coloca à disposição para implementar as medidas de segurança conforme orientação do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde do DF e contribuir com a infraestrutura. A cooperativa citou também a garantia de pessoas capacitadas para o controle de acesso ao interior da Feira e também, checagem da temperatura corporal dos cidadãos, fornecimento de EPIs, álcool em gel, demais métodos de assepsia, além do distanciamento mínimo entre as pessoas.




Compartilhar

Por: Colibri Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário

CLUBE DO VINIL

PRODUTORA MAGUCHI

PARCEIRO