Vem aí o Complexo Hospitalar Centro-Sul



O  Complexo Hospitalar Centro-Sul deixa de ser um sonho do deputado distrital Delmasso (Republicanos), morador do Guará, e passa a ser oficialmente absorvido pelo Governo do Distrito Federal.  A Secretaria de Projetos Especiais (Sempe) publicou hoje (30) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) o edital de chamamento público para que empresas manifestem interesse em realizar estudos para a implantação e gestão do Complexo Hospitalar da Região de Saúde Centro-Sul




O deputado Delmasso (Republicanos) solicitou em (17/03/2021) a inclusão do edital de chamamento público, na pauta da reunião do Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas (PPP), da construção do Complexo Hospitalar da Região de Saúde Centro-Sul, o novo hospital do Guará. "Pedi à Secretaria de Projetos Especiais do Distrito Federal para que o assunto seja debatido, pois o projeto arquitetônico já está praticamente concluído, faltando detalhes do projeto executivo", observou.
 
A proposta de construção, aparelhamento, gestão e operação dos serviços médico-hospitalares da unidade foi apresentada pela Secretaria de Saúde do DF para reduzir o déficit no atendimento hospitalar da rede pública e promover acesso ao atendimento para os moradores do Guará I e II, Park Way, SCIA/Estrutural, SIA, Candangolândia, Núcleo Bandeirante e Riacho Fundo I e II.

Para iniciar o projeto, Delmasso destinou ainda em 2019, no orçamento de 2020, o valor de R$ 1,5 milhão em emendas parlamentares que foram alocados para os projetos arquitetônicos e complementares do hospital, que envolvem a parte elétrica, hidráulica, segurança hospitalar, entre outros serviços. "O novo hospital do Guará será um marco não só para a cidade, mas para o DF, com uma arquitetura arrojada e moderna seguindo os parâmetros utilizados em grandes redes hospitalares, como a Rede Sarah, em Brasília", garante o deputado padrinho da iniciativa.
 
"A construção do Hospital Centro Sul vai beneficiar uma população de mais de 370 mil pessoas, que hoje é atendida apenas pelo Hospital Regional do Guará. Isso também vai ajudar todo o Distrito Federal.", analisou o Secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

 O Complexo Hospitalar deverá ocupar uma área de 70 mil metros quadrados no Guará e vai ampliar a oferta de especialidades médicas, serviços de diagnóstico e terapia. Disponibilizar leitos de terapia intensiva adulto e pediátricos.

 "Vamos ampliar a oferta de leitos para internação e incluir especialidades médicas que atualmente são apenas ofertadas em outros hospitais de maior porte", salientou Okumoto.

A unidade, de acordo com estudos preliminares do GDF, deverá ser composta por um bloco hospitalar e um bloco ambulatorial (Policlínica, Centro de Apoio Diagnóstico, Central de Exames e Central de Laudos de Radiologia. A expectativa é de que sejam criados  cerca de 400 leitos de internação, UTI adulto, diálise, pronto socorro e neonatologia.

Parceria Público-Privada
Nessa primeira fase do projeto, que é o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), as empresas interessadas devem apresentar, até o dia 1º de junho, a documentação necessária para serem autorizadas a desenvolver os estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica.

A estruturação da proposta fica a cargo da Secretaria de Projetos Especiais que, em parceria com a Secretaria de Saúde, vai viabilizar a concepção do projeto.

 "A área de saúde é muito sensível, e o governador Ibaneis Rocha tem buscado todas as alternativas para viabilizar essa área. Por isso, uma Parceria Público-Privada, vai ser primordial para que esse projeto possa ser realizado. Estamos priorizando essa PPP, mas é claro, sem deixar de seguir com as outras parcerias em andamento pela secretaria", comentou o Secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade.

As empresas terão quatro meses para desenvolver os estudos, que serão apresentados em consulta e audiências públicas. Quem fará a licitação do Complexo Hospitalar será a Secretaria de Saúde.

Documentação
Os interessados poderão entregar os requerimentos de autorização para realização dos estudos até o dia 1º de junho de 2021, das 08h às 18h, no endereço: Praça do Buriti, Zona Cívico-Administrativa, Palácio do Buriti, sala P50, Gabinete da Secretaria de Estado de Projetos Especiais, Brasília, mediante protocolo.

Também poderão ser enviadas para protocolo.casacivil@buriti.df.gov.br, com cópia para sepe.gab@buriti.df.gov.br, sem limitação de horário.



Para consultar os documentos necessários e o edital do Procedimento de Manifestação de Interesse é só entrar no site da Sepe.
Compartilhar

Por: CEO Grupo M4

0 comentários:

Postar um comentário

CLUBE DO VINIL

PRODUTORA MAGUCHI

PARCEIRO